Já parou para pensar na importância da textura de sorvete na experiência do consumidor com o produto?

O sorvete tem o poder de despertar emoções através das experiências sensoriais proporcionadas àqueles que o consomem. Por isso é importante ressaltar todas as suas características da melhor forma possível e garantir que o consumidor realmente possa desfrutar ao máximo desse momento.

Para saber mais sobre a importância da textura do sorvete na experiência do consumidor, acompanhe a leitura que o blog da MasterSense preparou para você!

Por que a textura?

A textura é um dos principais aspectos quando consideramos a experiência de degustação de um sorvete, pois impacta na aparência, na sensação na boca e na estabilidade do produto. 

Segundo pesquisa realizada pela Mintel, nos EUA a “textura” é o segundo atributo de maior importância para os consumidores de sobremesas congeladas, ficando atrás apenas do “sabor”. Já no Canadá 36% dos jovens se declararam interessados em sorvetes com “texturas únicas”. 

Maximizar a sensação de cremosidade e explorar a inclusão de crocantes/mastigáveis são importantes tendências que potencializam o prazer e o conforto proporcionado pelos sorvetes. 

Confira abaixo nossas soluções para que você também possa possibilitar essa experiência com a textura de sorvete para os seus consumidores:

Sorvetes à base de leite

Do ponto de vista da tecnologia de sorvetes, uma textura agradável ao paladar está relacionada a um balanceamento correto dos ingredientes da calda que, além de permitir uma aeração adequada do sorvete, também garantirá sua estabilidade durante a vida de prateleira.

Em sorvetes lácteos é esperado uma textura cremosa, alta sensação de preenchimento na boca e sabores com notas lácteas. Neste contexto o açúcar e a gordura possuem grande importância: 

  • Além de estar relacionado ao dulçor, o açúcar realça a percepção de sabor dos ingredientes;
  • O açúcar é um agente de corpo que contribui para maciez do sorvete afinal, devido à sua interferência no ponto de congelamento da água, ele evita que a textura final do sorvete seja rígida como a de um bloco de gelo;
  • A gordura, por sua vez, além de contribuir com sabor do sorvete, desempenha as funções tecnológicas de auxiliar na incorporação de ar da calda e aumentar cremosidade.

Para sorvetes à base de leite e gelatos, o Cremodan 4500, 700SM, 709 e 609 são excelentes aliados. Trata-se de um sistema de emulsificantes e estabilizantes que garante um sorvete com extrema cremosidade e corpo, ótima resistência ao derretimento e sensação de frio bastante reduzida.

Sorvete sem açúcar

Pode ser um desafio o desenvolvimento de um sorvete sem açúcar e sem gordura, mas com os ingredientes e tecnologias adequadas é totalmente possível. 

O Cremodan 6066 é uma solução simples e fácil de ser aplicada. Trata-se de uma base neutra já balanceada e pronta para substituir açúcar e gordura.

Ele possui em sua composição emulsificantes, estabilizantes e outros ingredientes como polidextrose, maltodextrina e xilitol. O objetivo do Cremodan 6066 é desempenhar as funções tecnológicas semelhantes às do açúcar e da gordura, ajustando parâmetros como dulçor, cremosidade, ponto de congelamento e estabilidade do sorvete. 

Sorvetes de frutas

Em picolés frutais o principal objetivo é entregar um produto refrescante e ao mesmo tempo macio. A calda desse tipo de produto pode ter a inclusão de pedaços de frutas e/ou suco de frutas, e normalmente não há adição de gordura.

Pensando exatamente na produção de um bom picolé de frutas, existe o Cremodan 5028BR Sorbetline, que é um sistema de estabilizantes contendo uma combinação de hidrocolóides.

O Cremodan 5028 auxilia a suspensão homogênea de sólidos nos picolés que possuem polpa de frutas, pedaços e sementes, além disso previnem o crescimento de cristais de gelo durante o armazenamento. Os hidrocoloides de sua composição possuem resistência à baixos pHs, por isso são eficientes em caldas que possuem suco de frutas e garantem uma boa resistência ao derretimento.

Existem outros itens da linha Cremodan que podem auxiliar no desenvolvimento de outros tipos de sorvete, como os sherbet, sorvete soft e plant-based. Em todos esses tipos, é possível alcançar uma textura agradável e sensorialmente inesquecível. 

Para mais informações, visite nosso site ou entre em contato com a gente!

Escrito por: Caren Vespa, Carla de Oliveira e Melina Gonçalves

1 Comentário

  1. Gilcimar Torres Panisset

    Testei e realmente é maravilhoso, estou para adquiri estes produtos

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *