Seu navegador não suporta ou está com o JavaScript desabilitado, por conta disso, podem ocorrer falhas nesse site.

Gorduras de Palma

Extraído da polpa do fruto da palmeira oleaginosa Elaeis guineensis por métodos físicos (prensagem mecânica) sem uso de solventes ou outras substâncias químicas. O refino é feito de forma natural (fisicamente) e são usados apenas produtos naturais no seu processamento (ácido cítrico e terra não ativada). Isso difere dos processos convencionais de refino químico que usam soda cáustica para a neutralização dos ácidos graxos livres. No refino físico do óleo de palma, os ácidos graxos livres são removidos por destilação.

As gorduras de palma apresentam estado físico semisólido à temperatura ambiente. Possuem composição peculiar de ácidos graxos com cerca de 50% de ácidos graxos saturados, 40% de monoinsaturados e 10% de poli-insaturados, o que descarta a necessidade do processo de hidrogenação artificial, tornando-as naturalmente livres de ácidos graxos trans.

Devido à presença de antioxidantes naturais (tocotrienóis) e seu baixo teor de ácido linolênico (C18:3), esse óleo é altamente estável a oxidação.

conheça outros ingredientes voltar