O Dia Mundial do Chocolate está chegando e para marcar a data trazemos, dentro da programação do EntreMaster um bate-papo com Virginia Dias I CEO da VRG Foods e CEO da Amais Consultoria

MasterSense – Conte-nos sobre sua história com o mercado de chocolates.

Virginia Dias – Tudo começou quando eu tinha 14 anos e fiz meu primeiro curso de ovos de Páscoa, ali, me apaixonei por tudo que diz respeito ao universo do chocolate.

Fazendo chocolate em casa me deparei com a ausência do produto no mercado de saudáveis, até porque naquela época ser saudável era comer iogurte com granola, ou seja, o mercado ainda não existia. Com isso tomei a decisão de estudar engenharia de alimentos e me especializar em chocolate para criar um chocolate saudável e assim foi feito. Me formei engenheira de alimentos e criei a chocolife que iniciou sua história em 2017 sendo o primeiro chocolate saudável do Brasil.

MS – Quais os maiores aprendizados ao longo de seu trabalho como consultora técnica? E como empreendedora na indústria?

VD – Neste tempo em que atuo como engenheira de alimentos, atuo em 2 segmentos, hoje tenho a minha indústria, mas por muito tempo terceirizei meu produto. Paralelo a minha indústria e marca eu também tenho uma consultoria em desenvolvimento de produtos.

Meu maior aprendizado é que o relacionamento com o cliente é o que te deixa sempre em ascensão, não somente como indicação, mas como a confiança de sempre me entregarem novos projetos.

E que também hoje em dia, basta querer produzir, o mercado terceirizador cada dia cresce mais, mas ao mesmo tempo as pequenas empresas que terceirizam precisam ter um bom planejamento de crescimento, pois o crescimento sem planejamento pode ser fatal.

MS – Que #ficaadica você daria a profissionais da área de alimentos em início de carreira?

VD – Minha dica é #naosejagenerico entenda muito bem do que faz para poder vender seu trabalho de forma sólida a dar resultados para seu cliente. Seja um profissional CLT ou independente.

MS – Quais principais mudanças você tem visto no mercado de chocolates nos últimos anos?

VD – Quando comecei minha vida no chocolate, ele era uma matriz alimentar igual em todas as indústrias. Branco, ao leite e meio amargo. Hoje podemos ver uma infinidade de ingredientes e aditivos que podem atender a todas as pessoas que querem consumir chocolate.

MS – Quais os impactos da indústria de ingredientes e aromas no seu trabalho como consultora?

VD – Na minha vida profissional sempre prezei muito as parcerias com as indústrias de ingredientes, nunca neguei atender uma visita de última hora e sem marcar, pois sempre acreditei que estando perto dos fornecedores e firmando parcerias sólidas, sempre teria o que tinha de mais inovador como prioridade nas minhas mãos, um exemplo disso é que a primeira aplicação de eritritol no Brasil em 2009 foi feita por mim em um chocolate da chocolife. Graças a esta receptividade tive a oportunidade de estar no evento de lançamento e consequentemente lançar a primeira aplicação.

Não me canso de testar as inovações do mercado e por isso as indústrias e distribuidores de ingredientes estão sempre próximas a mim.

Ter parceiros sólidos é muito valioso na minha trajetória profissional.

MS – Quais impactos do Covid19 você enxerga nesse mercado?

VD – Tivemos impactos negativos como indústria de chocolates sofrendo lockdown em duas Páscoas consecutivas. Mas ao mesmo tempo nos reinventamos e conseguimos crescer até aqui desde o início da pandemia do Covid 19.

O que vejo é que o empreendedor/empresário precisa estar muito atento a todos os movimentos da sua empresa, quais suas oportunidades e as ameaças, e quando um vendaval como este chega, é preciso resguardar, mas ao mesmo tempo saber agir.

Como consultora de novos projetos, percebi que esta área parou, minha atuação mais forte está no mercado de snacks proteicos, indústria de suplementos. Como as academias sofreram muito com os fechamentos, a indústria também sofreu. Agora, neste momento mais de um ano do início da pandemia, vejo que os novos projetos começam novamente a engatinhar, mas penso que o mercado só volta ao normal no próximo ano quando de fato tudo se alinhar.

MS – Essa semana comemoramos o Dia Internacional do Chocolate. Qual frase de homenagem você deixa pra ele?

VD – Tudo na minha vida provém do Chocolate, este alimento que fascina tantas pessoas, que dá prazer e felicidade.

Minha missão de vida está completamente alinhada com este alimento, e que eu consiga cada dia impactar mais vidas a viver de forma mais saudável, mas… comendo chocolate!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *