Logo-MasterSense

Emulsificantes: os heróis desconhecidos da indústria alimentícia

Os emulsificantes são aqueles ingredientes que nem percebemos que estão ali, mas que fazem toda a diferença no sabor e na qualidade dos alimentos que consumimos. 

Em outras palavras, eles trabalham “nos bastidores” para deixar o chocolate com um melhor aspecto, o pão com uma vida útil maior e o sorvete mais suave.

Mas, afinal, o que são emulsificantes e por que eles são considerados os heróis desconhecidos da indústria alimentícia? Acompanhe o conteúdo que a MasterSense preparou a seguir e descubra!

 

O que são emulsificantes?

Os emulsificantes são substâncias que ajudam a misturar ingredientes que, naturalmente, não se misturam bem, como óleo e água. Eles são super importantes na produção de muitos alimentos que consumimos diariamente e têm se tornado cada vez mais importantes.

Isso porque, cada vez mais pessoas estão preocupadas em consumir produtos saudáveis e com ingredientes naturais. E isso está fazendo com que as empresas alimentícias busquem emulsificantes naturais, feitos a partir de plantas e com “rótulos limpos” (ou seja, com poucos aditivos químicos).

Os consumidores querem saber exatamente o que estão comendo e, por isso, estão procurando produtos com informações detalhadas na embalagem. 

E as empresas estão de olho nessa tendência: segundo um estudo da Innova Market Insights, em 2020, mais de um quarto  de todos os novos alimentos e bebidas lançados no mundo tinham algum tipo de alegação de “rótulo limpo”.

Nos EUA, esse número saltou para 37% dos novos lançamentos, sendo que em 2020, 19,4% dos produtos com a alegação de não-OGM (livre de Organismos Geneticamente Modificados).

É por isso que os emulsificantes naturais estão ganhando cada vez mais espaço na indústria alimentícia: eles ajudam a manter a qualidade e a segurança dos alimentos, prolongando sua vida útil e mantendo a consistência e o sabor ideal. 

 

Emulsificantes e a necessidade dos rótulos limpos

A crise da pandemia de COVID-19, os altos custos de vida e a preocupação contínua com as mudanças climáticas estão impulsionando uma crescente demanda por alimentos mais acessíveis e com maior durabilidade. 

Os consumidores querem um bom valor pelo seu dinheiro, mas também exigem que as questões de sustentabilidade e os rótulos limpos sejam abordados, juntamente com os benefícios para a saúde e a imunidade. No entanto, encontrar um equilíbrio entre essas demandas é um desafio difícil.

A sustentabilidade é uma narrativa importante que está em evidência, e a ênfase em produtos naturais e éticos segue em alta. Os consumidores estão prestando mais atenção aos ingredientes, com uma grande proporção na UE afirmando que verificam as listas de ingredientes. O setor de emulsificantes, por sua vez, está buscando maneiras de se adaptar a esses comportamentos do consumidor.

Os fabricantes de pães enfrentam um desafio ao equilibrar as demandas por rótulos limpos e a vida útil do produto. Os emulsificantes DATEM e mono e diglicerídeos de ácidos graxos (DMG) são frequentemente utilizados para melhorar o volume, processabilidade e durabilidade do pão, mas não são percebidos como compatíveis com rótulos limpos pelos consumidores. A substituição desses ingredientes em pães integrais é ainda mais desafiadora. 

Por isso, alternativas viáveis e amigáveis ao rótulo, como a lecitina, estão em alta demanda. A indústria já está avançada em trazer soluções para o frescor natural do pão branco, mas há ainda um longo caminho a percorrer para resolver o problema de prazo de validade sem comprometer os rótulos limpos.

 

Benefícios da lecitina

Emulsificantes para produtos lácteos e provenientes de soja, girassol ou canola, como a lecitina, estão nessa lista de preferência entre as marcas e é uma opção muito saudável.

Um exemplo de seu uso é em alternativas lácteas plant-based, em que a lecitina ajuda na emulsificação e contribui para a textura cremosa do produto final. 

Além disso, a lecitina pode melhorar a qualidade de outros produtos alimentícios, como chocolates, margarinas e molhos. Confira abaixo uma lista com os principais benefícios da lecitina:

  • Emulsificante natural compatível com rótulos proveniente de soja, girassol ou canola;
  • Contribui para uma sensação mais cremosa na boca em alternativas lácteas à base de plantas;
  • Ajuda a criar uma consistência suave e cremosa em produtos sem lactose;
  • Aumenta a resistência ao rápido derretimento em sorvetes, evitando defeitos como encolhimento e recristalização durante o armazenamento e distribuição;
  • Útil para a formação de bebidas esportivas, melhorando a molhabilidade e dispersibilidade do pó;
  • Disponível em fontes alternativas mesmo diante de problemas de abastecimento, oferecendo produtos orgânicos de alta qualidade, lecitina convencional e fosfolipídios;
  • Fundamental colaborar com fornecedores de matérias-primas para oferecer uma cadeia de suprimentos totalmente integrada e transparente.

 

Emulsificantes em meio à crises modernas 

O mercado de emulsificantes têm se mostrado inovador para enfrentar as diversas crises que surgem, desde problemas na cadeia de suprimentos global, como os impactos causados pela guerra na Ucrânia e pelas sanções da Rússia, até questões específicas relacionadas à contaminação de amendoim e à geopolítica. Sendo assim, algumas empresas têm buscado substitutos, como a colza, por exemplo.

 

Preocupação com a sustentabilidade

No entanto, os desafios enfrentados pelos emulsificantes não se limitam à cadeia de suprimentos. 

Os consumidores estão cada vez mais exigentes em relação aos produtos à base de plantas, comparando a textura com a versão animal do produto e buscando ingredientes que sejam bons para o consumidor e para o planeta. Algumas alternativas à base de plantas, como a lecitina de soja, que é um alérgeno e 80% da safra global é transgênica, não são aceitáveis para os consumidores europeus.

Para atender às crescentes demandas dos consumidores por ingredientes à base de plantas, os emulsificantes devem encontrar formas de estabilizar a emulsão de óleo em água. 

Para a maioria das bebidas à base de plantas, como as feitas com amêndoa ou soja, a goma de gelana pode ajudar a suspender os ingredientes insolúveis, como o cálcio adicionado. Já a combinação de goma gelana com carragenina pode manter os ingredientes uniformemente suspensos e estabilizados, melhorando a viscosidade, solubilidade e propriedades da emulsão.

 

Com a MasterSense, seu produto natural e mais sustentável é possível!

Então, o que acha de conhecer mais sobre os emulsificantes e toda sua relevância para o ramo alimentício? 

Estar atento a produtos como esse é importante, pois o mercado e os consumidores estão cada vez mais atentos ao tema sustentabilidade, mesmo tempo em que desejam um produto saboroso e que traga benefícios à saúde.

E para encontrar as melhores soluções em ingredientes, aromas e sabores para o seu produto, conte com a MasterSense! Acesse nosso site e entre em contato conosco!

Conteúdos relacionados